Artroplastia total de joelho

joelhoA substituição da articulação do joelho foi realizada pela primeira vez em 1969 e veio beneficiar pacientes com a articulação do joelho severamente degenerada, que não podem mais realizar atividades simples como caminhar ou subir escadas, ou mesmo aqueles que sintam dor quando sentados ou deitados.
A artroplastia do joelho, hoje busca poupar a maior quantidade de osso possível, somente são ressecadas as superfícies articulares, se resultando uma espécie de recapeamento da articulação. Essa técnica cirúrgica evolui constantemente assim como os materiais utilizados. É uma cirurgia bem menos agressiva, onde o paciente é liberado para caminhar precocemente, já com apoio total do membro operado, sendo que o procedimento permite uma mobilidade muito próxima do joelho normal, e com uma durabilidade muito maior.

 

Indicação:

As principais indicações são:

– Dor no joelho com limitação funcional;

– Dificuldade de andar;

 

Normalmente este paciente tem estes sintomas há muitos anos, podendo já estar com dor inclusive no repouso, havendo deformidades angulares na articulação, instabilidade e perda de mobilidade. Pode ocorrer em idades precoces, mas a mais comum é em pessoas de 60 a 80 anos, com isso tornando a indicação cirúrgica mais criteriosa.

 

Diagnóstico:

O médico irá avaliar o RX para definir o estágio da doença. Havendo a degeneração articular importante deverá ser indicado à cirurgia.

A ressonância Magnética, a cintilografia óssea ou exames de sangue somente serão necessários em casos específicos.

 

Tratamento:Artroplastia total do joelho

A decisão de fazer a cirurgia deverá levar em consideração à idade do paciente, queixas, os achados no exame físico e imagens radiológicas. O médico deverá debater com o paciente as informações sobre o procedimento, os riscos, expectativas e cuidados necessários após uma cirurgia, a intensidade da dor e as limitações que ela causa para que se defina pela cirurgia de Prótese total do joelho ou não. É importante que o paciente esteja ciente do que poderá ou não fazer após a Artroplastia total do Joelho. A grande maioria dos pacientes sente a redução significativa da dor ou uma melhora importante da habilidade nas atividades diárias, mas não permite fazer atividades de super atleta. O se médico indicará a fazer o melhor exercício sem impacto, respeitando os limites da articulação operada.

 

admin