Impacto femoroacetabular (IFA)

É uma condição onde os ossos do quadril possuem uma alteração de seu formato, levando a um encaixe imperfeito dos ossos, ocorrendo um atrito demasiado entre eles e essa alteração pode causar danos irreverssíveis à cartilagem. O impacto entre o fêmur e o acetábulo é considerado a principal indicação de artroscopia do quadril atualmente, também principal alteração óssea causando as lesões labrais.

 

TIPOS DE IMPACTO FEMOROACETABULAR

IMPACTO FEMOROACETABULAR TIPO CAM OU CAME

É caracterizada pelo contorno anormal da transição entre colo e cabeça femoral, neste tipo a cabeça femoral não é esférica e não consegue movimentar-se suavemente na cavidade acetabular. Uma proeminência ossea na cabeça femoral ou até mesmo a falta do assinturamento normal nessa região, causa um impacto na borda acetabular e com isso “tritura” a cartilagem no interior do acetábulo.

IMPACTO FEMOROACETABULAR TIPO PINÇA, PINCER OU TORQUES

A deformidade tipo pincer representa a cobertura excessiva da cabeça femoral pelo acetábulo.Este tipo de impacto ocorre devido ao excesso de osso na borda acetabular. O labrum pode ser esmagado pelo colo femural sob a borda proeminente do acetábulo em movimentos de flexão e rotação do quadril.

IMPACTO FEMOROACETABULAR TIPO PINÇA, PINCER OU TORQUES

IMPACTO FEMOROACETABULAR COMBINADO OU MISTO

Impacto combinado significa apenas que tanto a pinça e o came estão presentes.

 

A grande maioria das deformidades tipo pincer ou cam podem ser tratadas através de artroscopia, utilizando materiais especiais que permitem a ressecção da parte óssea excessiva. Os resultados da artroscopia no impacto femoroacetabular dependem do estágio da lesão da cartilagem, em lesão cartilaginosa mínima ou inexistente, grande parte dos pacientes alcança bons a ótimos resultados com o tratamento artroscópico.

 

admin