Baropodometria

A Baropodometria Computadorizada é uma placa de sensores que permite que o fisioterapeuta tenha acesso as variáveis como o tempo e distribuição de contato do pé com o solo, identificando as principais zonas de pressões, medidas estabilométricas (estabilidade e oscilações corporais), que são de extrema importância tanto na determinação da escolha do tipo de palmilha se essa for prescrita, como na fabricação da mesma.

Paralelamente é realizada a avaliação biomecânica e postural, verificando variáveis posturais, assimetrias e disfunções cinético funcionais do corpo como um todo. Esses exames favorecem em um melhor diagnóstico funcional proporcionando ao profissional qual o melhor tipo de tratamento a ser abordado com o paciente. Se prescritas as palmilhas estimulativas podem funcionar como tratamento complementar, prevenção ou até controle de dor.

 

Principais indicações:

  • Identificar os tipos de pés (cavo, plano ou normal);
  • Tipos de pisada (supinada, pronada ou neutra);
  • Identificar as alterações biomecânicas das articulações dos pés, tornozelos, joelhos, quadris e coluna vertebral;
  • Analisar a dinâmica da marcha bem como a distribuição das cargas de pressão durante as fases do passo;
  • Verificar a postura do indivíduo na posição estática, bem como as disfunções funcionais do equilíbrio e estabilidade postural;
  • Metatarsalgias;
  • Fascites Plantares;
  • Esporão de Calcâneo;
  • Neuroma de Morton;
  • Pé Plano e Pé Cavo;
  • Calcâneo Valgo e Varo;
  • Diferença do comprimento dos membros inferiores;
  • Hérnias discais;
  • Escolioses;
  • Periostite (Canelite);
  • Hálux Valgo sintomótico (Joanete);
  • Tendinites (Patelar, Pata de Ganso e de Calcâneo).

Fisioterapeuta Ricardo Flôres – Crefito 153.802-F

Sócio Proprietário da Empresa CIRE (Centro Integrado em Reabilitação e Exercício)

Setor de Fisioterapia e Avaliação Biomecânica da Pisada

Baropodometria e Podoposturologia

Palmilhas Corretivas Posturais

admin